Venda Nova do Imigrante, Belezas Encantadoras

Venda Nova do Imigrante é o município com a sede em maior altitude no estado, estando a mesma há 830 metros de altitude. Os descendentes de italianos diversificam a atividade econômica baseada na agricultura com o agroturismo.

Café, feijão, hortaliças e frutas são os itens mais produzidos. Além disso, pelo menos 80 propriedades estão envolvidas no Agroturismo, com a venda de pães, vinhos, queijos, etc. O Agroturismo foi um grande fator para o desenvolvimento da região.




As dificuldades de comunicação e transporte fizeram com que os italianos fabricassem vários produtos em casa, como queijo, pães, vinhos, biscoitos, doces, massas, aguardentes e moinho para milho e café.

A denominação Venda Nova surgiu porque antigamente havia uma pequena mercearia, que era chamada de venda. Esta mercearia foi reformada e ficou conhecida como venda nova, dando nome ao local.

Como a cidade foi colonizada por imigrantes, com a emancipação, em 1988, foi adotado o nome de Venda Nova do Imigrante. A união da comunidade sempre foi um forte marco em Venda Nova. A partir de ações conjuntas, o desenvolvimento econômico da região apresenta destaque no estado e no país.

Após a criação e organização de roteiros para visitação dirigida aos turistas e visitantes, as propriedades rurais obtiveram um novo filão na economia local.

O Agroturismo, o Ecoturismo e o Turismo de Aventura, desenvolvidos de forma planejada e sustentável podem promover uma melhor qualidade de vida à comunidade, uma melhor utilização do patrimônio natural e aos turistas, um destino turístico inesquecível.

Onde Encontrar Venda Nova do Imigrante

O município de Venda Nova do Imigrante fica a Norte dos municípios de Afonso Cláudio e Domingos Martins; a Sul do município de Castelo; a Leste do município de Domingos Martins e a Oeste do município de Conceição do Castelo.

Seguindo pela BR 262, Venda Nova fica a aproximadamente 116,5 km da capital Vitória.

O nome dado as pessoas nascidas no município é venda-novense e, conforme dados do IBGE a população estimada para o ano de 2018 é de aproximadamente 24.800 pessoas.

O município possui 3 distritos: Sede, Alto Caxixe e São João de Viçosa. Possui ainda 11 comunidades: Mário Lourenção; Alto Tapera; Saúde; Bela Aurora/Sapucacaia; Pindobas; Vargem Grande; São Roque/Santo Antônio; Alto Bananeira; Providência; Lavrínias e Bananeiras.

Aspectos Históricos de Venda Nova do Imigrante

No ano de 1892 chegavam os primeiros integrantes italianos em Venda Nova, na Fazenda Viçosinha. Quando chegaram, encontraram nas reduzidas clareiras abertas na floresta virgem, culturas de café em decadência e semi-abandono.

Era consequência da falta da mão-de-obra que atingira as grandes propriedades, com a liberação dos escravos em 1888. As famílias já instaladas em suas posses, adquiridas à partir de 1891, iniciaram desde logo o plantio do café, que intercalavam com o plantio de outras culturas, como milho, feijão e mandioca.


Leia Também: Município de Conceição do Castelo


Neste mesmo período houve escassez de alimentos, devido à grande seca. As colheitas minguadas não asseguravam aos recém-chegados um futuro promissor. Porém, conseguiram sobreviver nesta primeira etapa, apoiados no tradicional espírito de poupança.

Venda Nova do Imigrante 01

O resultado financeiro, apurado na venda da produção, era guardado cuidadosamente pelo chefe da família. Gastava-se apenas o estritamente necessário, ou seja, com vestuário, sal, trigo e querosene para a iluminação. Em vista do clima saudável da região e da saúde dos colonos, os gastos com remédios e tratamentos médicos eram mínimos.

Um senso de economia comunitário, de modo que foi possível, em poucos anos, tratarem de comum acordo de compras de terras, nos arredores da região, mais férteis e com maior possibilidade de expansão. De ano para ano modificou-se a região com a rápida transformação das propriedades agrícolas, um verdadeiro sentido de reforma produtiva.

Com a abertura da estrada que liga Venda Nova a Castelo (1937), diminuíram as dificuldades na comercialização dos produtos. Até então, a troca de mercadorias era realizada em lombo de burros com grande dificuldade para transpor as Serras que separa os dois municípios.

Com o advento da BR-262, na década de 60, ligando Vitória (ES) à Belo Horizonte (MG), o comércio dos produtos da região muito dependente da via de ligação de Castelo e Cachoeiro do Itapemirim, mudou de rota principal e a intensificação da olericultura (frutas e hortaliças) foi possibilitada.




A abertura das duas estradas é o fato histórico mais importante na alteração das características dos Municípios, pós colonização italiana, principalmente em termos de desenvolvimento.

Em 1963, Conceição do Castelo deixa a condição de Distrito de Castelo e torna-se Município. Com isto, Venda Nova, que pertencia a Castelo, passa a condição de Distrito de Conceição do Castelo. Permanece nas terras do município as características de ocupação empregadas nas propriedades agrícolas, embasada na cultura do café, associado à produção de Leite, com grande importância, hoje, da atividade olerícola, principalmente nas terras frias.

Apesar da crise do café de 1929, que durou cerca de 15 anos, e da chuva de granizo que atingiu a região em 1947, a cultura do café continua sendo a atividade primária mais importante na absorção de mão de obra.

No de 1988, Venda Nova consegue sua emancipação política, passando a chamar-se, à partir daí, Venda Nova do Imigrante. O agroturismo que teve o seu potencial evidenciado à partir de 1999, gera atualmente mais de 800 empregos diretos, além de ser um grande gerador de recursos para o Município.


Saiba mais sobre a história do município no site da Prefeitura Clicando AQUI.


Feriados e Datas Comemorativas Municipais

  • 31 de janeiro e 01 de fevereiro: Festa do Padroeiro Dom Bosco (Brambila);
  • 15 de fevereiro: Festa do padroeiro São Valentim (Vargem Grande);
  • 14 de marÁo: Festa do Padroeiro São José (São José A.Viçosa)
  • 10 de maio: emancipação do Município;
  • 27 de junho: Festa do padroeiro São Pedro (Matriz- Sede);
  • 10 e 11 de julho: Festa de São Bento – Bela Aurora;
  • 01 de agosto: Festa de Santa Maria Madalena (Alto Tapera);
  • 26 de setembro: Festa em Louvor N. Sra. Aparecida (Alto Bananeiras);
  • 02 a 03 de outubro: Festa do Padre. S. Francisco de Assis (Camargo);
  • 03 de outubro: Festa de Santa Terezinha – Igreja de Santa Terezinha



Conhece Venda Nova do Imigrante? Compartilhe conosco sua experiência nos comentários.

Sandra Santos

O site girocapixaba.com é a concretização de um sonho, onde o foco é o turismo do estado do Espírito Santo. Não me canso de dizer: "O Estado do Espírito Santo é Lindo!"

Website: http://sandrasantos.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *