Muniz Freire

O Município de Muniz Freire fica ao norte de Brejetuba; ao sul de Alegre e Ibitirama; ao leste: Conceição do Castelo e Castelo e ao oeste: Iúna e Ibatiba.

Em divisão territorial datada de 2007, o município é constituído de 7 distritos: Muniz Freire, Alto Norte, Itaici, Menino Jesus, Piaçu, São Pedro e Vieira Machado.

A população estimada em 2018, conforme dados do IBGE, é de 17.613 pessoas. O início da ocupação do território de Muniz Freire foi realizado pelos desbravadores Capitão Machado Santiago Louzada, um dos veteranos da Guerra dos Farrapos e Domingos Apolinário.  

A área que constitui a Sede atual do município foi doada, na época, por Domingos Apolinário, para a fundação de um povoado.

Ainda em meados de 1846 foi doada aos missionários da Paróquia do Divino Espírito Santo uma grande área circunvizinha.

O fato que intensificou o povoamento desta região foi o movimento migratório, principalmente de italianos. Com o progresso desta região o governo do Estado criou o município de Espírito Santo do Rio Pardo através dos decretos 53 e 57 de 30/11/1890, tendo a instalação em 01/03/1891, sendo este desmembrado de Cachoeiro do Itapemirim em 30/11/1896.

A Sede foi elevada à cidade, pela lei 213, passando a chamar-se de Muniz Freire, homenagem ao republicano Dr. José de Mello Carvalho Muniz Freire, que foi governador do Estado, presidente da Assembleia Legislativa e senador da república.

Como chegar a Muniz Freire: pela BR-482 – Cachoeiro x Alegre, até o primeiro trevo depois de Rive (em Alegre), onde deve virar à direita, seguindo nessa rodovia até chegar à sede de Muniz Freire, depois de passar pelo distrito de Anutiba, ainda em Alegre. Duração da viagem: 1h30.

Turistando em Muniz Freire

Museu e Casa da Cultura

A Casa da Cultura Localiza-se no centro, em frente à Praça Antônio Guizzardi. O prédio foi construído em 1927 por Pedro Deps e posteriormente por Antônio Campanharo.

Inicialmente funcionou como comércio, depois farmácia, prefeitura e fórum até ser adquirido pelo Estado.

Em 20/07/1983 foi criada a Comissão Provisória para a instalação da Casa da Cultura, pela portaria nº 01/83. Sua inauguração ocorreu em 24/07/1983. Ela está instalada em um prédio de dois pavimentos. Em suas instalações existe o Museu Histórico Municipal, inaugurado em 29/07/1984.

Morro do Cruzeiro

No trajeto percorre-se rampas de concreto, em zig-zag, onde em cada uma de suas extremidades, há pequenas “capelinhas”, com nichos representando cenas que reconstituem a Via-Sacra, até o topo do morro. No entorno do morro há, de um lado, reflorestamento de pinheiros e, do outro, pastagens.

Do local tem-se uma vista panorâmica da cidade, da igreja matriz, da torre da Embratel e do conjunto de montanhas que circundam o município.

O morro possui um cruzeiro com aproximadamente12m de altura por 6 m de envergadura, com lâmpadas fluorescentes que são acessas à noite. Ao lado do cruzeiro, há uma pequena capela.

Pico da Embratel

Do Pico da Embratel tem-seuma visão de 360º do conjunto de monta-nhas da região, chegando-se a avistar o Pico da Bandeira, a Pedra Azul, o Pico do Itabira e o Parque Forno Grande.

Abaixo, pode se apreciar o Vale de São Cristóvão, o Vale do Apolinário, o Vale da Boa Esperança, e abai-xo, resquícios de Mata Atlântica.

O pico pos-sui uma altitude aproximada de 1.100m. Nele localiza-se a torre da Embratel e a torre de Telefonia Celular. Entre as duas torres, há um pequeno espaço que serve de mirante.

Como chegar: pela ES-379 no sentido Castelo, dobrando-se à direita em frente a AABB, por um acesso não pavimentado, regular. Logo após uma capela das margens da estrada, caminha se mais alguns metros e já é possui avistar os pés do pico.

Vale do São Cristóvão

O vale pode ser melhor observado do Pico da Embratel. O atrativo possui um conjunto de montanhas ao re-dor, com altitude média, variando de 500 a 1.000m. Há também remanescentes de Mata Atlântica e propriedades particulares de plantações de café.

Localização: ES-379, sentido Castelo.

Vale do Guarani

A partir da Rodovia ES 181, pode-se observar o Vale do Guarani de diversos pontos da estrada, com um conjunto de montanhas e pedreiras ao seu redor, ambas de elevada altitude.

À direita há uma cachoeira, em Alto Guarani, com aproximadamente 150 m de altura, com uma queda de razoável volume de água. É localizada em propriedade particular, sem acessibilidade, podendo ser admirada da rodovia.

Vale do Apolinário

Pela ES-379, no sentido Vieira Machado, de onde avista-se o Pico da Embratel, seguindo-se até a igrejinha de São Cristóvão, com percurso de aproximadamente 9Km.

Vale da Boa Esperança

O Vale pode ser observado de alguns pontos da ES-379. O melhor local de observação situa-se na metade do caminho para a torre da Embratel.

O vale possui, ao seu redor, um conjunto de montanhas com altitude média de 800 m. Pode-se ver morros com plantações de café e remanescentes de Mata Atlântica.

Como chegar: Pela ES-379, sentido Castelo, entrando-se à direita em frente a AABB, por um acesso não pavimentado, pode-se avistar o vale à direita, sendo melhor observado da metade do acesso.

Cachoeira da Cruz do Muladeiro

O entorno da cachoeira possui resquícios de Mata Atlântica que margeiam toda a sua extensão. A cachoeira desce de uma altura de aproximadamente 150m, com uma extensão de cerca de 200m e com largura de 8m.

Por toda a sua extensão, há várias quedas e saltos com pequeno volume de água de coloração turva, com temperatura moderada, variando durante o ano.

Como chegar: pela ES-379, passando-se por uma Igrejinha, chamada Igreja de São Cristóvão. Após, atravessa-se uma ponte de madeira e segue-se até o distrito Vieira Machado, com percurso de 13Km.

Entra-se a esquerda percorrendo-se 1Km. A partir daí o acesso é feito por trilhas em bom estado até o atrativo, com trajeto de 100m.

Gruta dos Briosques

A Gruta dos Briosques ou Santa Maria, situa-se no meio de uma mata, exigindo uma pequena caminhada. Possui paredões laterais com mais de 40metros de altura, com um interior de aproximadamente 200metros quadrados e uma cachoeira que atravessa a entrada da gruta.

Localização: ES-181 a 7Km da Sede.

Cachoeira do Rio Pardo

No entorno da cacheira, há uma pequena Mata Ciliar e pedreiras, além da antiga usina hidrelétrica e da atual usina de propriedade da Samarco Mineradora.

A cachoeira possui sete quedas em formato sinuoso com altura de 200m. Possui grande volume de água de coloração turva e temperatura moderada, variando durante o ano.

O atrativo é mais recomendado para a apreciação, por ser de rara beleza. O volume de água altera-se de acordo com o funcionamento das geradoras de energia.

Como chegar: ES-379, sentido Iúna. Segue-se até a entrada do pesque pague do Sr. João Godim com percurso de 6km, onde entra se à esquerda, percorrendo-se 3km até o atrativo que se localiza na margem da estrada.

Cachoeira da Petrina ou do Lageiro

A cachoeira localiza-se entre morros com pastagens, no distrito de Itaici. Possui 2m de altura por 8m de largura e é constituída por pedras de formato retangular.

Suas margens exibem grande extensão de pedras. Suas águas encontram-se logo abaixo com a corredeira.

A corredeira possui intenso volume de água, com extensão de aproximadamente 30m e largura de 10m, formando, logo a seguir, uma piscina natural com 30m de diâmetro. A água é turva, com temperatura moderada, variando durante o ano.

Sandra Santos

O site girocapixaba.com é a concretização de um sonho, onde o foco é o turismo do estado do Espírito Santo. Não me canso de dizer: "O Estado do Espírito Santo é Lindo!"

Website: http://sandrasantos.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *