Município de Iúna

O município de Iúna está localizado no entorno da Serra do Caparaó, região onde a natureza foi prodigiosa, desde a formação rochosa, a composição da fauna, flora e recursos hídricos.




O município vive num contesto tipicamente rural, a economia se baseia na agricultura cafeeira, mas esta caminha para a diversificação, hoje se destacando a produção de flores.

Embora nesse quotidiano rural, a comunidade local prima pelo conhecimento, o que mantêm duas instituições de ensino superior no município, fator que eleva o nível de exigência do mercado interno, facultando à excelência dos serviços prestados.

Devido a essa diversidade, encontramos nos meio urbanos serviços qualificados e boa estrutura de serviços e equipamentos e no meio rural, um modo de vida que agrega a tranqüilidade do campo com a exuberância da natureza.

O Agroturismo, o Ecoturismo e o Turismo de Aventura, desenvolvidos de forma planejada e sustentável garantem uma melhor qualidade de vida à comunidade, uma melhor utilização do patrimônio natural e aos turistas, um destino turístico inesquecível, a Serra do Caparaó.

Pontos Turísticos:

Prédio do Antigo Palacete Municipal

Localizado no antigo Palacete Municipal construído em 1914, funciona a Delegacia de Polícia, que fora implantada em 1950, tendo recebido intervenções de acordo com as necessidades.

Prédio da Câmara Municipal

Sua arquitetura é do início do século XX, 1914, com janelões e portas de madeira de lei proporcional à altura exagerada das paredes. De grande evidência, a fachada mantém-se caracterizada, destacando a sacada, o telhado e a praça de entrada.

Museu Histórico de Iúna

Está montado em um casarão do início do século XX (1914), onde já funcionaram a Prefeitura e a Câmara Municipal, onde dispõe de um rico acervo que relata as várias etapas da história do município e de boa parte da região. O museu funciona também como Casa da Cultura de Iúna. São fotos antigas e objetos relacionados à história do município. Anexo ao museu funciona a Biblioteca Municipal de Iúna.

Biblioteca Municipal Terezinha Castro Gonçalves

A biblioteca funciona de 07h às 1, possuindo um acervo de 7.709 livros divididos em 5.941 títulos, com cerca de mil usuários cadastrados, sendo boa parte de estudantes. A mesma possui 100% do seu acervo informatizado.

Hidrolândia

No Sudoeste do estado do Espírito Santo, no município de Iúna e aos pés da Serra do Caparaó encontra-se Hidrolândia!

Essa região, a menos de 2 km de Minas Gerais, reserva para nós belas cachoeiras e poços cujas águas têm origem próxima ao Pico da Bandeira.

Como chegar lá: seguindo pela BR 262 sentido Vitória-Belo Horizonte há uma entrada à esquerda para uma estrada de terra que fica uns 2 km antes da divisa entre os estados ES/MG. A partir da estrada de terra, seguir uns 7 km até a Hidrolândia.

Atenção: Camping com vagas limitadas, sendo necessário reservar por e-mail hidrolandiiaparque@gmail.com

Folia de Reis

Na folia de Reis, com características próprias, não há as tradicionais figuras dos palhaços e dos foliões.

Assemelha-se a um coral que canta músicas natalinas pelas ruas da Cidade no período de 24 dezembro a 6 de janeiro (Ciclo Natalino), anunciando o nascimento de Jesus. Seus componentes são de origem italiana.

Código: D3i3044

Aspectos Históricos

O território que hoje é o município de Iúna pertencia inicialmente ao município de Vitória, capital do estado. O atual território originou-se a partir da construção de quartéis ao longo da estrada de São Pedro de Alcântara, interligando Vitória – ES à Vila Rica – MG, atual Ouro Preto, durante o período imperial. Um destes quartéis, o do Rio Pardo, deu origem ao Arraial de São Pedro de Alcântara do Rio Pardo.

A região, antes habitada por diversas tribos de índios puris, foi cedendo espaço aos imigrantes portugueses e italianos, assim como alemães, espanhóis e libaneses. Em 1845 ocorreu a construção da Capela de São Pedro de Alcântara, e dez anos depois, a doação dos terrenos para a Igreja de Nossa Senhora Mãe dos Homens.

Em 1860 foi inaugurado o Cemitério de São Miguel Arcângelo. Em 1859 o Arraial foi elevado à Distrito de Vitória com o nome de Freguesia de São Pedro de Alcântara do Rio Pardo. Posteriormente passou a pertencer ao município de Viana e em 1867 foi anexado ao município de Cacheiro de Itapemirim.

Em 24/10/1890 foi criado o município de Vila do Rio Pardo, sendo que em 03/03/1891, foi instalado o Primeiro Conselho de Intendência Municipal. Em 1943 o município passou a denominar-se Iúna, que na língua Tupi significa águas pardas.

Isto ocorreu devido a um decreto federal que proibia que municípios brasileiros tivessem o mesmo nome, pois no Rio Grande do Sul e Minas Gerais já tinham a mesma denominação de Rio Pardo.

Com o desmembramento dos distritos de Ibatiba (1982) e Irupi (1991), Iúna possui agora Pequiá, São João do Príncipe e Laranja da Terra na divisa com Minas Gerais e Perdição e Santíssima Trindade (com Guaçuí) como distritos municipais atualmente.

Venha conhecer Iúna!




Sandra Santos

O site girocapixaba.com é a concretização de um sonho, onde o foco é o turismo do estado do Espírito Santo. Não me canso de dizer: "O Estado do Espírito Santo é Lindo!"

Website: http://sandrasantos.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *