José de Anchieta: O Apóstolo do Espírito Santo

José de Anchieta, padre jesuíta, poeta e dramaturgo, nasceu no dia 19 de março do ano de 1534, na ilha de Tenerife, no arquipélago das Canárias, Espanha e faleceu no ano de 1597 em Reritiba, atual Anchieta, no Estado do Espírito Santo.




Escreveu poesia religiosa e épica. Veio para o Brasil com Duarte da Costa, segundo governador-geral, para trabalhar com o padre Manuel da Nóbrega e com a missão de catequizar índios. Participou da fundação das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.

Fixou residência no estado do Espírito Santo e em 1569 fundou a povoação de Iritiba ou Reritiba, atual cidade de Anchieta. Em 1577, foi nomeado Provincial da Companhia de Jesus no Brasil, função que exerceu por dez anos, sendo substituído em 1587 a seu pedido.


Saiba Mais Sobre a Cidade de Anchieta


Retirou-se para Reritiba, mas teve ainda de dirigir o Colégio dos Jesuítas em Vitória, no Espírito Santo. Em 1595, obteve dispensa dessas funções e conseguiu retirar-se definitivamente para Reritiba onde veio a falecer, sendo sepultado em Vitória, no Palácio de Anchieta.

José de Anchieta teve grande liderança espiritual em seu tempo e é chamado de “Apóstolo do Brasil“.

Valiosos são os seus escritos sobre os assuntos médicos, que o fazem também pioneiro no campo da saúde.



São José de Anchieta, poliglota, escrevia suas obras em latim, português, espanhol e tupi. Por suas obras dramáticas e por suas poesias, é considerado “Fundador da Literatura Brasileira”; “Fundador do Teatro Brasileiro” e “Dramaturgo do Novo Mundo”, pois sua atividade no teatro como criador de obra, diretor e produtor teatral, foi a mais significativa até o século XIX.

Em 1965, o então presidente Castelo Branco. Pelo Decreto nº 55.588 de 18 de janeiro, instituiu o Dia de Anchieta, a ser comemorado, em todo o país, em 9 de junho.

José de Anchieta foi beatificado em 1997 e no dia 3 de abril de 2014 foi declarado santo por intermédio de um decreto assinado pelo Papa Francisco.

Hotel Anchieta

O Hotel Anchieta, localizado no município de Anchieta foi construído por Dom Helvécio em 1940, posteriormente, foi adquirido pela tradicional família Bezerra e foi o primeiro Hotel da região, tendo como finalidade hospedar as famílias das alunas internas que estudavam no Colégio Maria Mattos.

Muitas autoridades de renome nacional, como Governadores e até Vice-Presidentes, se hospedaram no hotel. Sua localização privilegiada servia para contemplar toda a beleza da baía e, também, da Igreja Nossa Senhora da Assunção, hoje, Santuário Nacional do Beato Anchieta.




Os eventos da sociedade anchietense da época eram realizados no Hotel Anchieta. Suas pratarias e as roupas de cama foram importadas da França, o que encantava a todos pelo requinte, beleza e qualidade.

Além de guardar parte da memória do município, o Hotel Anchieta é um atrativo turístico cultural de grande expressão que agrega atividades que valorizam e resgatam a cultura local, e o memorial do Hotel Anchieta.

É de extrema importância para o turismo capixaba preservar o Hotel Anchieta, uma edificação de valor histórico por sua localização, arquitetura, memória e paisagismo, é deixar às gerações futuras uma lição de responsabilidade.

Atualmente, o Hotel Anchieta foi adquirido pelo município e transformado em Centro Cultural, mostrando assim, um avanço no desenvolvimento da região. Este espaço é uma referência para as comunidades que usufruirão de todos os benefícios, programas, projetos e atividades do município.

José de Anchieta Contribuiu Para a Arte Capixaba

Anchieta foi, possivelmente, o primeiro a fazer teatro no estado do Espírito Santo, no intuito da propagação do catolicismo por meio da arte, entre as grandes massas da população, particularmente indígena, para quem o teatro anchietano cumpriu um dos grandes objetivos da contra-reforma de levar a arte ao povo, para levar o povo a Deus, afastando-o, neste caso, de seus deuses pagãos.



Os Passos de Anchieta

Primeiro roteiro cristão das Américas, “Os Passos de Anchieta” resgata o caminho percorrido pelo primeiro mestre do Brasil, São José de Anchieta, nos seus últimos anos de vida. Ao revivê-lo você se depara com as paisagens que inspiravam um gigante da fé e se encontra consigo mesmo nas reflexões que a jornada lhe oferece, descobrindo outro caminho, o do coração.

Saiba mais sobre Os Passos de Anchieta no site da ABAPA – Associação Brasileira dos Amigos dos Passos de Anchieta




Sandra Santos

O site girocapixaba.com é a concretização de um sonho, onde o foco é o turismo do estado do Espírito Santo. Não me canso de dizer: "O Estado do Espírito Santo é Lindo!"

Website: http://sandrasantos.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *