EU FUI… Afonso Claudio

Olá. Meu nome é Sandra Santos, sou blogueira e escrevo artigos para vários sites inclusive o blog girocapixaba.com e minha missão de hoje é escrever um post EU FUI… Afonso Claudio.

Este post é o primeiro de vários que vou escrever sobre o turismo capixaba. EU FUI… é uma série de posts que irão informar sobre meus passeios no estado do Espírito Santo.

Para meu primeiro post sobre EU FUI… comentarei sobre a cidade de Afonso Claudio. Já tem um post sobre a cidade no blog, você poderá conferir clicando AQUI.

Minha aventura começa na minha cidade natal: Cachoeiro de Itapemirim. Irei de ônibus até Afonso Claudio para conhecer um pouco a cidade. Obs: passarei valores no final do post.

Não tem linha de ônibus direto de Cachoeiro para Afonso Claudio, então o jeito foi fazer uma conexão na localidade de Fazenda Estado.

Saí de Cachoeiro às 9:50 horas do dia 30 de janeiro de 2018, pela Viação Real com destino a Fazenda Estado pela rodovia ES 164. Ônibus convencional, sem ar condicionado.

No caminho, passamos por várias empresas do ramo de mármore e granito, pois Cachoeiro de Itapemirim é a maior exportadora do país deste segmento (orgulho capixaba!).

Passamos também pelo Mirante de Vargem Alta, onde se pode saltar de parapente nos fins de semana (assunto para outro post).

Também pelo Mosquini, um bar/restaurante/mercadinho muito conhecido aqui no sul do estado por suas deliciosas linguiças caseiras e, para quem gosta, chouriços e bebidas geladas.

No trajeto para Vargem Alta, o ônibus faz passagem por Jaciguá e Boa Esperança. Lugares de pessoas simpáticas e acolhedoras.

Lembrei de uma época muito boa em que participei de um teatro ao ar livre da Encenação da Morte e Ressurreição de Cristo no período da Páscoa no distrito de Jaciguá (um marco na minha vida).

As 11 horas estávamos na rodoviária de Vargem Alta.

Chegamos na localidade de Fazenda Estado as 12:20 horas para conexão a Afonso Claudio agora pela Viação Águia Branca (12:45 horas).

A localidade de Fazenda Estado fica as margens da BR 262. No local tem lanchonete, restaurante, banheiros e serviços de táxi. Parada obrigatória para todo viajante que passa neste local.

Saindo da localidade Fazenda Estado, pontualmente 12:45 horas, cheguei em Afonso Claudio 13:30 horas no terminal rodoviário Álvaro Castelo que fica no Centro da cidade e foi inaugurado em 06 de outubro de 1991.

Como cheguei com fome, fui lanchar numa padaria muito agradável com nome Mageski, bem no Centro da cidade. Comprei um delicioso biscoito Beliscão que é uma massa folhada com recheio de goiabada. (delícia!)

Depois de lanchar fui procurar um hotel para passar a noite e descobri a Pousada Alfredo Chaves. Tel de contato: (27) 3735 1865.

O quarto era bem simples, com café da manhã também simples e ar condicionado para tremer de frio (o melhor de tudo). Fui muito bem recebida pelos proprietários e a atendente.

Aliás, todo o povo alfredense estão de parabéns pela acolhida aos turistas.

Descobri porque a cidade tem a fama de ser a terceira mais quente do estado do Espírito Santo (Ufa!), estava derretendo de tanto calor neste dia.

Depois de acomodada, banho tomado, fui conhecer a Praça Adherbal Galvão que fica no Centro da cidade.

FOTO: Sandra Santos

A Praça está sempre cheia de pessoas bem animadas, crianças brincando e rodeada por barracas e sorveterias.

Bem em frente a Praça Adherbal Galvão tem a Igreja São Sebastião que é belíssima.

FOTO: Sandra Santos

CURIOSIDADE

O relógio da Igreja São Sebastião é muito antigo e toda hora certa bate conforme a quantidade de horas, ou seja, as 2 horas, duas batidas, as 4 horas, quatro batidas e por ai vai.

Porém toda hora e meia o relógio dá uma batida, ou seja, 2:30 h, uma batida; 14:30 h, uma batida. E assim segue em todas as horas e frações de horas.

O interior da Igreja São Sebastião é realmente muito belo.

FOTO: Sandra Santos

Atrás da Igreja São Sebastião tem a Gruta da Santa e o Belíssimo Terço.

FOTO: Sandra Santos

A imagem da Santa fica iluminada à noite, deixando-a ainda mais bela.

Gostaria de ir no Museu das Guerras que fica na BR 484, que liga Afonso Claudio a Laranja da Terra, porém fui informada que o museu só abre nos fins de semana. (deixa para uma próxima).

Já a noitinha fui lanchar na charmosa lanchonete do Posto Ipiranga que fica ao lado da Ponte sobre o Rio Guandu e fui, novamente, muito bem recebida pelos atendentes (vale a pena).

A cidade de Afonso Claudio é muito tranquila à noite e minha estadia foi breve. Sei que tem muito mais a conhecer desta cidade. Por exemplo a Rampa de Parapente de Fazenda Guandu e a famosa Pedra dos Três Pontões.

Voltarei em breve!

VALORES:

  • Passagem Cachoeiro X Fazenda Estado: R$ 19,70
  • Passagem Fazenda Estado X Afonso Claudio: R$ 10,52
  • Diária Pousada Afonso Claudio: R$ 65,00 (com ar condicionado e café da manhã)
  • Lanche na Padaria Mageski; R$ 4,50 (torta) e R$ 3,50 (suco maracujá)
  • Lanche do Posto Ipiranga: R$ 5,00 (sanduíche de peito de peru) e R$ 3,00 coca cola.

Sandra Santos

O site girocapixaba.com é a concretização de um sonho, onde o foco é o turismo do estado do Espírito Santo. Não me canso de dizer: "O Estado do Espírito Santo é Lindo!"

Website: http://sandrasantos.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *