Barra de São Francisco

Elevado à categoria de município em 31 de janeiro de 1943, a cidade de Barra de São Francisco localiza-se a 192 m de altitude, a Noroeste do Estado do Espírito Santo. Situa-se na Mesorregião Noroeste e Microrregião de Barra de São Francisco, ocupando uma área territorial de 943 Km².




Histórico da colonização, etnia, costumes e tradições

Aniversário: 4 de outubro

Fundação: 31 de dezembro de 1943

Municípios limítrofes: Vila Pavão, Mantena-MG, Ecoporanga, Águia Branca, Mantenópolis, Nova Venécia e Água Doce do Norte.

O inicio da colonização do município deu-se por volta de 1927. Caracteriza-se por uma colonização de agricultores que procuravam por terras devolutas, na tentativa de difundirem lavouras de café, principalmente após a construção da ponte sobre o Rio Doce.

Lavradores vindos de Minas e de Colatina à procura de terras devolutas e férteis estabelecem-se na confluência dos rios Itaúnas e São Francisco, fundando o Patrimônio de São Sebastião.

Este, em 31 de março de 1938, torna-se sede de distrito, pela Lei nº 9.222, com a denominação de Barra de São Francisco. Em 31 de outubro de 1943, pela Lei 15.177, é criado o município, desmembrado de São Mateus. A instalação do município ocorreu a 1º de março de 1944.

Com relação a grupos estrangeiros, salientamos a presença de descendentes de alemães e italianos.

Em relação à presença dos alemães, hoje é possível reconhecer o legado, principalmente na existência de algumas igrejas luteranas e na arquitetura de algumas edificações rurais que resistiram ao tempo. Em termos culturais, a língua alemã é mantida pelos mais velhos, sobretudo em diálogos familiares.

Código: ST33khk44

Religiosidade

A religiosidade luterana é outro forte elemento de identidade social. Desta forma, um trabalho de memória social pode ser conduzido com vistas a incentivar e valorizar as famílias descentes de alemães, contribuindo para a criação de grupos folclóricos, sobretudo compostos por jovens rurais, que poderão ter acesso a elementos culturais e da tradição de suas raízes, encontrando alternativas de lazer e cultura.

Todavia, com relação aos italianos, a influência é muito marcante em algumas regiões do município, onde a língua é falada nos redutos familiares e também na tradição religiosa e familiar de trabalhar com a terra.

Aspectos turísticos

Inserido na região turística Pedras, Pão e Mel, o potencial turístico do município é grande, embora não exista nenhum projeto ou programa sistematizado. O potencial para turismo de aventura e agroturismo deve ser trabalhado, principalmente com os praticantes de rapel, montanhismo e escalada.

Já as pequenas propriedades que ainda mantêm resquícios da arquitetura alemã e italiana podem oferecer estadias e alimentação peculiares. Contudo, a ideia de desenvolvimento do turismo como atividade rural não agrícola ainda é muito incipiente e até desconhecida, demandando um direcionamento e projetos mais sistematizados.

Um ponto turístico já estruturado é o Pesque Pague Fazenda Paraíso, Localizado às Margens da Rodovia Barra de São Francisco – Ecoporanga, km 09.

Acesse o site da Prefeitura de Barra de São Francisco para saber mais sobre o município.

Este pesque pague possui a melhor infra-estrutura no município, com restaurante ao ar livre, área de churrasco, jogos, piscina, toboágua, pedalinhos, caiaques, pescaria, passeios a cavalo e confortáveis apartamentos para pernoites dos visitantes. Há também, um auditório para realização de eventos sociais.

Entretanto, outro pesque pague estão instalados no município, com o objetivo de atender os próprios moradores de Barra de São Francisco.

Conhece Barra de Sã Francisco? Compartilhe Conosco.




Sandra Santos

O site girocapixaba.com é a concretização de um sonho, onde o foco é o turismo do estado do Espírito Santo. Não me canso de dizer: "O Estado do Espírito Santo é Lindo!"

Website: http://sandrasantos.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *